Estrias: Quais são as causas? Como tratar? Quais os tipos?

estrias

As estrias são um problema estético que afetam homens e mulheres em todo o planeta. Para quem não sabe, elas são cicatrizes que se formam na pele por conta da destruição de fibras colágenas, que dão a elasticidade a derme.

Por conta desse rompimento, cria-se uma faixa vermelha pelo local que ocorreu o problema. Assim acontece como se fosse uma veia estourada e essas linhas coçam, ardem, doem, além de trazerem também um problema estético para muitas pessoas.

Elas podem ocorrer em qualquer parte do corpo, mas são mais comum em regiões que passam pelo chamado efeito sanfona: seios de mulheres, barriga, pernas, etc.

Nos tópicos a seguir você vai entender quais as causas e como funcionam os tratamentos para estrias existentes atualmente. Veja!

Quais as causas das estrias?

 A principal causa das estrias é o efeito sanfona. Pessoas que ganham peso e depois perdem peso, ou que ficam fortes muito rapidamente, ou uma gravidez. Tudo isso é suficiente para que a pele estique demais e quebre a suas fibras colágenas, formando as estrias.

Outros motivos também podem ocasionar o aparecimento de estrias, como problemas hormonais. Assim, o uso de remédios com base em corticoides e até questões genéticas que podem influenciar no rompimento dessas fibras elásticas da pele.

Vermelhas

 Existem dois tipos: as recentes e as antigas. As chamadas recentes têm cor avermelhada, rosada, meio púrpura. Elas estão no início do processo inflamatório, gerar alguma coceira ou ardência e normalmente aparecem com essa cor em pessoas de pele mais clara.

Quem tem tons de pele mais escuros, normalmente, as estrias são mais escuras do que tom da pele. Ou seja, é um vermelho mais forte, que aparece na pele da pessoa com o problema estético.

coxa estrias

Estrias na gravidez

 É muito comum ter estria na gravidez, aliás, é bem difícil encontrar uma mulher que seja que não tenha tido esse problema. Isso porque a gravidez é a causa da estria personificada. A mulher tem a pele bastante esticada, em um curto espaço de tempo e depois a pele volta ao tamanho que estava antes, quando o bebê nasce.

Isso gera o rompimento das fibras elásticas e, consequentemente, o aparecimento de estrias. Muito difícil uma mulher grávida não ficar com estrias após o nascimento do bebê ou até durante a gestação.

O tratamento precisa ser feito após o nascimento para poder acabar com esse problema estético que também gera incômodos, dores, coceira, etc.

Na barriga

 A barriga é outra parte do corpo muito suscetível. Principalmente, por pessoas que engordam e emagrecem em curtos espaços de tempo. Isso faz o chamado efeito sanfona, que é a principal causa de estrias.

Para evitar isso, o melhor é você sempre manter o seu peso ideal, de acordo com os índices de gordura corporal. Um endocrinologista, gastroenterologista e nutricionista vão te ajudar nesse desafio.

Como tratar as estrias?

 Existem diversos tipos de tratamento e tudo depende da fase, tipo, a cor, enfim, de várias questões importantes. Normalmente, o tratamento é feito com o uso de laser ou de ácidos que acabam com a linha vermelha ou esbranquiçada na pele e faz com que essas indesejáveis manchas desapareçam.

Angioides

 As angioides ocorrem na retina do olho. São pequenas rupturas e que podem causar problemas mais graves. Assim que você notar alguma diferença no seu olho, vá ao oftalmologista e faça os exames para descobrir se é esse o seu problema.

culote

Estrias atróficas

O nome estrias atróficas é utilizado para determinar essas estrias mais comuns que causam essas linhas avermelhadas ou brancas nas peles das pessoas.

Atelectáticas

O nome difícil desse tipo de estria tem a ver com um problema que pode ocorrer nos pulmões ou em outros órgãos do sistema respiratório. São como se fibras aparecerem nessa região e mostrassem um problema grave de saúde que fazer com que o pulmão entre em colapso total.

Estrias alba

Alba é o nome dado para as antigas, aquelas que possuem cor mais branca, mais clara. Também tem como causa o aumento repentino de peso, de esticamento da pele.

Se tiver gostado deste texto sobre estrias, compartilhe-o nas suas redes sociais e aplicativos de mensagem! 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *