Óleo de Rícino: Para que serve? Quais são os benefícios? É laxante?

Os óleos estão ficando cada vez mais populares no Brasil e em boa parte do mundo. Isso tem feito com que muitas pessoas usem esses produtos com o intuito de terem benefícios estéticos e também com a saúde. Entre os mais famosos da atualidade está o óleo de rícino.

Para quem não sabe, ele é feito a partir da planta que leva o mesmo nome e também é conhecida popularmente como mamona. Atualmente, esse óleo é muito usado com fins medicinais e também estéticos e foi um dos primeiros dessa leva de óleos que surgiram com esses objetivos.

Nos tópicos a seguir você vai entender para que serve o óleo de rícino, os seus benefícios, os cuidados de quem usa esse produto e outras informações relevantes. Confira!

Para que serve o óleo de rícino?

 O óleo de rícino tem duas utilidades principais: estética e saúde. A primeira e mais usada é a estética, principalmente na questão dos cabelos e da pele. Fortalece os fios, dá mais brilho, hidrata o  cabelo. Além disso, hidrata a pele, tratar alguns problemas, manchas, lesões e machucados.

Ele também serve para hidratar a barba em homens, os lábios, as unhas, a  sobrancelha, alivia a coceira, irritação, e até ajuda no crescimento da barba e dos cabelos.

No quesito saúde, ainda é discutível o que o óleo de rícino pode trazer de benefícios, mas já se sabe algumas certezas sobre esse assunto.

O óleo de rícino é bom para a questão do sistema digestivo, ele é considerado até um laxante natural e pode ajudar pessoas com prisão de ventre e outros problemas do tipo. Porém, esse óleo pode trazer irritações e fazer até mal para a sua saúde, por isso não use esse óleo diariamente ou de forma prolongada.

Apenas consuma o óleo de rícino se o seu médico liberar, do contrário não faça isso, porque ele pode trazer alguns problemas alérgicos de saúde para você, além de introduzir toxinas no seu organismo.

Todas as outras ideias de que o óleo de rícino faz bem não passa de boato. Não há nada que comprove cientificamente que ele seja anti-inflamatório, cure artrite e outras doenças.

frasco óleo de rícino

É bom para o cabelo?

 Isso é certeza. Além de ajudar no fortalecimento, na hidratação e no brilho dos fios, o óleo de rícino pode fazer com que o seu cabelo cresça mais rapidamente. Ele tem propriedades que estimulam o crescimento dos fios, por isso é muito usado por homens que têm barbas falhas e querem mudar essa situação.

Óleo de rícino é laxante?

 Sim, o óleo de rícino é laxante, ajuda na prisão de ventre, na constipação. Porém, só deve ser usado com esse fim, se você tiver indicação do seu médico para isso e não fazer o uso todo dia, de forma indiscriminada e irresponsável. Do contrário, ele pode causar muito mal para a sua saúde e até te intoxicar.

Para a pele

 Na pele, o óleo de rícino também é importante, porque é cicatrizante, ajuda na proteção, na hidratação e melhora lesões, manchas e outros machucados. Porém, algumas pessoas podem ter alergia. A dica é aplicar apenas um pouco na pele, esperar por um dia, se não tiver tido nenhuma relação alérgica, quer dizer que você pode utilizá-lo tranquilamente.

óleo de rícino no cabelo

Óleo de rícino para sobrancelha

 O óleo de rícino também é ótimo para a sobrancelha. Além de aumentar a quantidade de pelos e deixar mais fácil na hora de fazer um design e cortar os seus fios, ele também fortifica, dá brilho, deixa essa parte do rosto tão importante bem bonita e bem tratada.

Barba

 Para quem tem problema de barba falhada, o óleo de rícino é uma ótima opção para acabar com isso. Ele hidrata, fortalece, aumenta os fios e ajuda você a ter uma barba igual de um ator de Hollywood.

Óleo de rícino no rosto

 No rosto, o óleo de rícino deve ser usado com cuidado para não gerar reações alérgicas. Se tiver tudo certo, ele ajuda na hidratação e também na cicatrização de feridas.

Quais os benefícios?

 Os principais benefícios do óleo de rícino são na pele, cabelo e pelos diversos do corpo, como barba e sobrancelha. Na parte da saúde, ele é um ótimo laxante, mas deve ser tomado apenas com indicação médica.

Se tiver gostado deste texto, compartilhe-o nas suas redes sociais!

You May Also Like

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *