Induzir a ovulação: Descubra a melhor forma para você!

Quem está tendo dificuldades para engravidar pode usar alguns métodos para induzir a ovulação, que são indicados para mulheres que tenham dificuldade para ovular ou tenham a ovulação irregular mas não tenham alterações anatômicas, ou seja, não tenha as tubas uterinas obstruídas. Esse processo pode ser feito naturalmente ou através de remédios, e não devem ser usados para aumentar a ovulação normal.

Remédios para induzir a ovulação

Antes de falar sobre os remédios para induzir a ovulação mais usados, é importante dizer que nenhum remédio deve ser usado sem indicação médica. Como dissemos no começo desse artigo, a indução da ovulação é um método indicado para mulheres que tenham dificuldade para ovular. Caso você esteja tendo dificuldade para engravidar por causa de outro motivo, induzir a ovulação não vai ajudar, e pode te deixar ainda mais ansiosa, o que pode dificultar ainda mais o processo.

Os remédios para induzir a ovulação mais comuns usam o citrato de clomífeno (vendido no Brasil com os nomes comerciais Indux, Serophene e Clomid, entre outros) e podem ser administrados via oral (comprimidos), mas existem opções administradas também via subcutânea. Os indutores injetáveis costumam ser uma segunda opção dos médicos, em casos que os indutores com o citrato de clomífeno não funcione.

O citrato de clomífeno aumenta o nível dos hormônios responsáveis por estimular os ovários (FSH) e liberar os óvulos (LH). A taxa de sucesso do clomífero é considerada alta: Cerca de 70% das mulheres que usam remédios para induzir a ovulação conseguem ovular nos primeiros três meses, e dessas, de 15% a 50% engravidam.

Os remédios injetáveis para induzir a ovulação são um pouco mais fortes que os comprimidos, e são aplicados em torno do terceiro dia do ciclo menstrual, e ajudam a produzir vários óvulos de cada vez, além de garantir que o crescimento dos folículos seja completo. A aplicação é simples e pode ser feita pela própria mulher.

Os efeitos colaterais mais comuns são ondas de calor e alterações visuais transitórias, além de desconforto abdominal, náuseas e ressecamento no canal vaginal. Esses sintomas cessam quando o tratamento é interrompido.

Outro remédio muito utilizado durante o período de indução da ovulação é o ácido fólico, que ajuda a melhorar a qualidade dos óvulos.

Como induzir a ovulação naturalmente

Caso o seu médico não indique o uso de remédios para induzir a ovulação, você pode fazer a indução naturalmente, com alimentos como o inhame, por exemplo, que além de ser muito nutritivo e rico em estrogênio, ajuda a aumentar a fertilidade, induzindo a ovulação.

Além do inhame, existem outras formas naturais de induzir a ovulação e aumentar as chances de uma gravidez. Veja alguns exemplos:

  • Soja, que também é rica em estrogênios e pode ser consumida através do leite e carne de soja;
  • Alimentos com ômega 3 como salmão;
  • Abacaxi;
  • Leite integral;
  • Fibras;
  • Linhaça moída (farinha de linhaça misturada no suco ou na comida)

Além da alimentação, existem outras formas para induzir a ovulação naturalmente, como fazer exercícios regularmente, diminuir o stress, evitar o excesso de álcool, parar de fumar e de usar drogas ilícitas como a maconha.

Chás para induzir a ovulação

Como vimos, o inhame é um dos alimentos que podem ajudar a induzir a ovulação, e além de comer ele, você também pode fazer um chá com a casca do inhame. Basta ferver as cascas de 5 inhames por litro de água por 5 minutos em fogo brando. Tome 500ml desse chá por dia.

Outro “chá da fertilidade” muito famoso é o que utiliza 1 folha de couve, 1 punhado de agrião, 2 fatias da casca do abacaxi e 250 ml de água. Ferva as fatias de abacaxi por três minutos e espere esfriar. Retire as cascas do abacaxi e bata a água com a couve e o agrião no liquidificador, depois coe e adoce com mel. Pode tomar todos os dias em jejum até engravidar.

Induzir a ovulação aumenta as chances de ter gêmeos?

Sim. Induzir a ovulação aumenta as chances de ter gêmeos. Estudos mostram que a probabilidade de uma gravidez múltipla em mulheres que tomam clomífeno é 7% maior, porque a indução faz com que mais de um óvulo seja liberado.

Em caso de uma gravidez de gêmeos (ou trigêmeos, já que a indução aumenta essa probabilidade em 0,5%), eles não serão idênticos, porque serão de óvulos diferentes.

Veja este vídeo para mais informações:

Este artigo foi útil para você? Conta pra gente aqui nos comentários!

Você Também Pode se Interessar

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *